20 de Fevereiro de 2018

Presidente da Câmara de Aracaju evita falar sobre revogação do aumento

Presidente da Câmara de Aracaju evita falar sobre revogação do aumento

O presidente da Câmara de Aracaju, vereador Vinicius Porto, está evitando falar sobre o requerimento que pede a revogação do reajuste de 21% nos salários dos vereadores a partir do próximo mandato. A propositura do vereador Iran Barbosa (PT) ainda nem começou a tramitar, como F5 News mostrou no último final de semana.

Nesta terça-feira (29), um grupo ligado a movimentos sociais por moradia voltou a protestar na porta do Legislativo, no centro da capital, cobrando além da regularização do pagamento do auxílio-moradia, o cancelamento do aumento de quase R$ 4 mil nos vencimentos dos 24 parlamentares que vão compor a legislatura 2017-2020.

Durante a cobertura do protesto, a repórter da TV Sergipe Priscila Bittencourt entrevistou o presidente da CMA, que não respondeu à pergunta sobre a possibilidade de revogação do reajuste. Mesmo tento sido questionado três vezes consecutivas, Porto limitou-se a dizer que os vereadores estavam ali para tratar sobre “a questão da moradia popular”.

Na semana passada, o presidente do Legislativo não compareceu a nenhuma das sessões ordinárias e também não foi localizado pela reportagem do F5 News para comentar a demora na tramitação do requerimento.

Quando o aumento foi divulgado, a justificativa apresentada pelo presidente foi de que os vereadores só recebem aumento a cada quatro anos e o percentual concedido está de acordo com a previsão constitucional de que a remuneração dos vereadores corresponda a 75% do valor recebido pelos deputados estaduais.

 

Com informações do F5 News

Related posts